Blog

Discussões rápidas, resenhas curtas e várias outras coisas que não falamos nos podcasts!

Eu me considero uma pessoa com um auto-controle muito grande em se tratando de gastos e tudo o mais, mas é possível perceber como ele decai quando eu me encontro numa livraria. Eu geralmente consigo resistir muito bem à seção de livros, porque geralmente quando entro numa livraria, já tenho em mente quanto custa o eBook. No entanto, a seção de comics é BEM mais difícil resistir. E foi numa dessas andanças que acabei gastando um pouco mais que imaginava com livros e comics este mês…

Continue lendo

Bom, semana passada fiz um post a respeito do interessantíssimo livro Barba Negra: O Diário Perdido (bem a tempo de pegar o grande fiasco que foi o lançamento de Assassin’s Creed Unity. Meu timing é fantástico!). Achei que seria de muito mais valia fazer um post no blog ao invés de falar sobre ele por horas a fio no podcast, mesmo porque ele tem bastante material que eu achei relevante mostrar em imagens mesmo. O post desta semana vai seguir o exemplo do post da semana passada porque, assim como ele, o livro Protocolos Homem de Ferro vem com muitos extras que merecem ser mostrados!

Continue lendo

Eu sou uma fã relativamente recente da série Assassin’s Creed. Apesar de não ser uma fã tão inveterada, tampouco uma leitora ávida dos livros de Oliver Bowden, eu já joguei todos os games da série principal (sem contar os jogos do DS e do PSP, visto que não ouvi falar muito bem deles. Ah, também não joguei os DLCs nem o Liberations – ainda!) e gosto bastante da premissa dos jogos e da maneira como eles parecem ser utilizados como um meio didático para tornar fatos históricos mais divertidos e intrigantes. E, de longe, meu jogo preferido da série é o Black Flag. Mesmo não me interessando muito pela Era de Ouro da Pirataria, esse foi, para mim, o jogo mais divertido.

Continue lendo

Eu adoro a conveniência, a variedade de itens e a rapidez das compras da internet, mas ocasionalmente sinto uma grande falta de passar numa livraria e ter o contato físico com livros. Também gosto muito da praticidade dos eReaders, mas às vezes tenho necessidade de passar a mão pelas páginas dos encadernados. Acho que é uma experiência muito única e, por que não dizer, até mesmo “íntima”.

Leitura de livros é aquisição de  informação, de fato, mas existe um motivo pelo qual há pessoas entusiastas em livros. Por mais que queiramos dizer que não, a experiência de ler um eBook e ler um livro físico é diferente e, talvez isso seja a justificativa da minha sede por livros físicos.

Aproveitando que eu queria matar a vontade de andar por entre estantes e estantes desses encadernados mágicos, passei por uma livraria e, como não podia deixar de ser, acabei me enfurnando por um tempo a mais na sessão de comics. E, é claro, saí de lá com algumas aquisições!

Continue lendo

Uma das melhores coisas de se passear com os amigos por shoppings e livrarias é que, por mais que você e seus amigos tenham interesses em comum, os pontos de vista continuam sendo diferentes. Eventualmente, eles vão enxergar coisas que você não teria visto se estivesse sozinho, e são capaz de apontar coisas bem interessantes. Foi exatamente isso que aconteceu comigo: eu estava caminhando pela livraria com minha amiga (oi, Alline! \o) e ela avistou este graphic novel FANTÁSTICO do Shaun Tan.

Continue lendo

Eu percebi que, desde que começamos a fazer o podcast, ainda não mencionamos nada a respeito de mangás. Devo confessar que muito disso se deve ao fato de que meu hype por mangás esfriou já faz um bom tempo, mais ainda quando comecei a querer acompanhar comics. Ainda assim, por vez ou outra eu acabo encontrando aqueles mangás que acabam chamando minha atenção por algum motivo. Pretendo fazer posts de mini-reviews de mangás (e outras coisas) sempre que puder, mas vale lembrar que eu tenho poucas coleções completas de mangás (acho até que consigo contar nos dedos quantas eu tenho), então não contem com posts como este com muita freqüência!

Bom, para estrear a sessão de mini-reviews e mangás, vou começar falando de uma série super curta de mangás. Eu sei de muita gente que curte os jogos Resident Evil e, ocasionalmente, tropeço em pessoas que gostam dos filmes também (que eu, pessoalmente, detesto – os filmes, não as pessoas), mas por incrível que pareça, nem todos os fãs dos jogos estão cientes de que existe uma mini-série de mangás. Talvez isso se deva justamente ao fato de que ela é baseada no sexto jogo da série, que é o desafeto de muita gente (e, ironicamente, meu preferido).

Continue lendo

Não é só de aquisições que vive o leitor, e às vezes temos o azar de pegar um livro que simplesmente não nos agrada. Quando isso acontece, acho que é interessante eu me desfazer dele em prol de alguém que talvez possa gostar do mesmo.

Esta semana, eu fiz um “book unhaul”. Para quem está está acostumado com o termo “book haul”, a aquisição de livros, “book unhaul” é fazer exatamente o contrário: se livrar de algum livro. E o que eu escolhi esta semana foi a série de livros As Brumas de Avalon, da Marion Zimmer Bradley.

Continue lendo

Eu sempre menciono BookTubers nos podcast, mas notei que nunca menciono quem são eles.

Bom, antes de mais nada, o que é “BookTube”? BookTube é o nome que os YouTubers deram à comunidade de leitores que postam vídeos sobre livros no YouTube, sejam eles reviews, book hauls, listas de livros que eles pretendem de ler durante a semana/mês, o que eles leram… Ocasionalmente este grupo de usuários se reúne para discutir algum livro em especial ou coisa parecida. Geralmente eles são pessoas bem receptivas (eu pelo menos já conversei – ainda que brevemente – com vários deles). Eles são excelentes meios para se conhecer títulos diferentes e lançamentos recentes, inclusive é de lá que conheci diversos livros que li recentemente.

Continue lendo

Grande parte do pessoal que usa o Facebook com freqüência deve estar familiarizado com aquelas tags de “10 melhores filmes” ou “10 melhores jogos” etc. Dois de meus amigos me taggearam para responder quais são os meus “10 melhores livros”. Para quem ainda não sabe como a tag funciona, ela pede que você liste 10 livros que influenciaram algum aspecto da sua vida. Bem, eu e o Thiago já falamos sobre nossos 5 livros preferidos até o primeiro semestre de 2014 no episódio 3 do podcast, então inicialmente eu não tinha pensado em fazer esta tag. No entanto, também achei que seria uma boa oportunidade para citar mais 10 livros que eu achei interessantes e que ainda não foram mencionados por aqui.

Eu podia ter respondido direto no Facebook, mas uma das condições da tag do Facebook é que você só mencione o título dos livros, sem pensar muito a respeito e sem explicar sobre ele, coisa que eu acho meio chata. Acho que a graça de fazer recomendações de livros é justamente você fomentar o interesse da pessoa a quem você dirige a palavra. Por isso, neste post eu quero não só citar os 10 livros, como também falar pelo menos um pouco da história e da premissa dos mesmos.

Continue lendo