Review – The Art of the Mass Effect Universe

20 de maio de 2015

Quem acompanha nossos podcasts (e até mesmo os posts do blog) já deve estar cansado de saber que eu adoro games. Eu posso não ser uma gamer, tampouco muito boa com jogos, mas isso não me impede de ser absolutamente fascinada pelo universo criado pelo mundo maravilhoso dos jogos e a imersão que eles proporcionam.

Dentre os jogos da minha pequena lista de games zerados, um dos mais marcantes para a minha vida gamística foi, sem sombra de dúvida, a série Mass Effect, da BioWare. Eu nunca fui muito fã de ficção científica, mas esta série trouxe a mim um universo futurístico tão fantástico e apresentado de maneira tão acessível que virar fã não foi nem opção para mim. Mesmo depois que a febre pela série diminuiu, eu continuo lembrando dela com um carinho imenso. Tanto que quando vi este livro em uma das minhas andanças pelas Livrarias Cultura, não pude deixar de adquiri-lo.

The Art of Mass Effect contém uma quantidade bem generosa de arte conceitual dos personagens e do universo da trilogia Mass Effect, separada em três seções bem distintas. Ao contrário dos livros que postei anteriormente por aqui, ele não tem um conteúdo tão pesado em termos de texto. O que você encontra por aqui é basicamente arte conceitual MESMO.

SAM_1406  SAM_1407

(achei engraçado como um dos sketches iniciais do Joker lembra um pouco o Fenris da série Dragon Age)

Por um lado, a quantidade de sketches dos vários personagens e raças da série são bem legais e ótimos para serem utilizados de referência. Por outro lado, às vezes eu sinto falta de um livro que siga o formato dos databooks japoneses, que traçam um perfil e um pouco da história de cada personagem (um dia desses ainda vou postar os artbooks de Dynasty Warriors, Samurai Warriors e Prince of Tennis por aqui só para vocês terem uma idéia do formato deles). A BioWare é muito boa em criar personagens fascinantes com histórias e personalidades incríveis, então imagino que livros centrados nas histórias deles seriam excelentes.

SAM_1408 SAM_1410

Outra coisa que eu achei meio triste é o fato de não termos uma página para os Hanar (para quem não jogou nenhum dos games da série, Hanar é uma raça de seres que parecem águas-vivas gigantes que sempre referem a si mesmos em terceira pessoa e estão sempre tentando pregar alguma religião – o que é, de certa forma, hilário). Também não vemos nada a respeito dos Vorcha ou dos Batarians. Embora eu os ache esteticamente horrorosos, eu gostaria de saber como foi o processo criativo para a origem dessas duas raças (fatos que foram mencionados, ainda que brevemente, para a criação dos Turians, dos Krogan e dos Salarian).

SAM_1411  SAM_1412

Para não dizer que só tem sketch e personagens, o livro também inclui a arte conceitual de diversas localidades do universo Mass Effect, bem como armas, veículos e acessórios. É um material bem completo e bem agradável.

SAM_1415

Falou em personagens de DLC? Temos aqui um pouquinho mais de Zaheed Masani e Kasumi Goto!

E, como não poderia deixar de ser, temos um pouco da belíssima arte oficial para os personagens de Mass Effect 2, que também foi utilizada em prints quando o jogo foi lançado.

SAM_1413  SAM_1414

There is no Shepard without Vakarian!

Para quem é fã da série, The Art of the Mass Effect Universe é um prato cheio. Recomendadíssimo!

 

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017