Top 5 – Personagens da série Game of Thrones

4 de março de 2015

É fato que o elenco da série de livros Crônicas de Gelo e Fogo do George R. R. Martin é gigantesco. Se formos deixar a história BEM resumida, os livros contam a jornada de 9 “casas” principais mais a Vigília Noturna (isso se não contarmos as famílias que fazem participações menos freqüentes, como os Frey ou os Bolton). Como se não bastasse isso, cada uma das famílias têm pelo menos cinco personagens proeminentes e constantes. Ou seja, é personagem PRA CARAMBA.

Com uma quantidade tão massiva de personagens, acho que acaba se tornando inevitável acabar se afeiçoando mais a certos personagens. Acredito, inclusive, que gostar de certos personagens é uma motivação interessante para continuar lendo uma série gigantesca de livros. Nisso, Martin é um autor bem generoso, fornecendo uma penca de personagens fantásticos e bem escritos.

(observação: eu tentei não estragar a história para quem não leu os livros ou não assistiu ao seriado, mas mesmo assim há spoilers no post. Se você ainda pretende ler a série das Crônicas de Gelo e Fogo ou assistir ao seriado Guerra dos Tronos, estejam avisados!)


Estes são os meus personagens preferidos:

1. Arya Stark

arya

A Arya é, desde o primeiro livro, a minha personagem preferida da série. Eu adoro personagens “gato arisco” e adoro o espírito livre da Arya. Mesmo sendo apenas uma criança, ela não tem medo de arriscar e de fazer as coisas acontecerem (mesmo por que, acontece tanta coisa na vida dela que ela não tem muito a perder). Ao mesmo tempo, ela não é ingênua, ao contrário de sua irmã. Acho muito interessante ver como uma criança tem um instinto de sobrevivência tão intenso, como ela vai crescendo e como a crueldade do mundo vai moldando seu caráter e seu ponto de vista com relação às outras pessoas. Adoro sua rebeldia para se adequar ao que a sociedade pede que ela seja: uma garota mais quieta, educada e feminina.

2. Brienne of Tarth

brienne

Eu já escutei muitas críticas infundadas com respeito a Brienne, a Bela. Eu acho a Brienne uma personagem extremamente intrigante justamente porque me identifico em muitos aspectos com ela. Ela tem a sexualidade julgada por sua aparência e suas escolhas. Eu acho interessante analisar como as pessoas reagem com relação a ela porque o que escuto com muita freqüência é “Brienne é um homem com peitos”, “Brienne é um macho” e coisas do gênero. Pessoalmente, eu não poderia me importar menos com a preferência sexual de uma pessoa, mas acho que essa acusação contra a Brienne é bastante injusta. Um dos livros explica um pouco da história da Brienne, e eu achei fenomenal a maneira como George R. R. Martin fez isso. Quem leu os livros sabe que a Brienne não foi abençoada pelo dom da beleza e ela sempre esteve muito consciente deste fato. Como se isso não bastasse, ela era constantemente relembrada deste fato. Ela sabia que seria julgada apenas por isso durante grande parte de sua vida, e optou por seguir outro caminho: ela escolheu ser uma guerreira, e não uma princesa. Isso não é uma decisão fácil em uma sociedade essencialmente machista e que objetifica a figura feminina (novamente, kudos ao George R. R. Martin por ter retratado tão bem a nossa própria sociedade em um mundo fantástico, de maneira nua e crua). É esperado de uma mulher que ela seja uma boa esposa e, se ela opta por qualquer outro caminho, ela já espera represálias: “isso não é coisa para mulher!” ou “se você fizer isso, nenhum homem vai gostar de você!” ou “se você fizer isso, você vai ser uma vergonha para a sua família!”. Eu gosto muito da maneira como a Brienne, de maneira extremamente sutil, luta contra todos esses preconceitos e trilha seu próprio caminho, sem cair no lugar-comum de aceitar o que lhe é imposto.

3. Cersei Lannister

cersei

Esta é outra personagem que eu acho extremamente injustiçada. Uma das coisas que escuto mais freqüentemente com relação a ela é que ela é “uma bitch”, ou que ela é “muito burra”. De fato, Cersei pode não ser a pessoa mais brilhante da série, mas tem uma coisa que eu tenho que admirar nesta mulher: o quão ambiciosa ela é e quanto ela está disposta a sacrificar para ter seus planos concretizados. Também acho interessante o quanto ela é julgada por seu “comportamento libertinoso”, comparativamente o quanto essa característica é aceita no Tyrion como sendo algo comum aos homens, mas não na Cersei, por ela ser uma mulher nobre (imagem que é quebrada de maneira interessante com Elaria Sand!).

4. Sansa Stark

sansa

Uma das coisas que escuto mais freqüentemente com relação à Sansa é que “nada acontece na história dela” e, o mais comum, que a “Sansa é uma sonsa”. Pessoalmente, acho que os arcos de história da Sansa são os mais interessantes de se ler. Ao contrário da Arya, a Sansa é uma menina que se satisfaz seguindo regras e agindo de acordo com o que está nos livros. Ela é uma típica garota sonhadora, que quer encontrar o príncipe encantado e viver feliz para sempre num lindo castelo, e a graça dessa personagem é ver como ela reage quando seus sonhos são violentamente estraçalhados pela dura realidade. Para uma menina que foi criada para ser uma princesa encantada num mundo mágico, a Sansa é uma personagem incrivelmente forte e com muita fibra. É pelas minúcias de personagem que dá para ver como ela sabe manipular as pessoas, como ela sabe quando interferir na hora certa, com elegância e o mínimo possível de conflito.

5. Margaery Tyrell

margaery

Por fim, temos a fantástica Margaery da casa Tyrell, cuja personalidade é extremamente difícil de julgar e talvez eu até pense isso porque a atriz que a interpreta no seriado, Natalie Dormer, dá uma característica meio dúbia à personagem. Será que a Margaery é realmente uma donzela de coração puro ou uma manipuladora impiedosa, cínica e vil? Não tem como saber! Ela tem uma fachada tão perfeita da mulher ideal, bela e jovem e delicada e casta (pelo menos até certo ponto do livro), um retrato tão benéfico para a própria família, que não tem como saber se ela está tramando alguma coisa.

É claro, tem vários personagens que eu não mencionei que eu também gosto bastante. Adoro os arcos de história do Jaime Lannister e da evolução e desconstrução dele como personagem. Gosto muito de testemunhar a lealdade de Barristan Selmy, a bravura de Asha Greyjoy, o comportamento dúbio de Jorah Mormont, a audácia do Lord Baelish, a superação de medos do Samwell Tarly e até mesmo a crueldade infundada de Joffrey Lannister. Mas acho que se for para mencionar por que eu gosto de cada um dos personagens que aparecem na série, eu acho que conseguiria escrever um livro só com isso.

Vocês devem ter notado que eu não mencionei alguns dos personagens mais populares do seriado: Daenerys, Jon Snow, Tyrion Lannister, o resto da família Stark, etc. Vou ser sincera, eu não desgosto desses personagens, mas também não gosto tanto deles quanto dos personagens que mencionei na lista. Claro, eu admiro demais o espírito de liderança do Jon Snow, a ambição de Daenerys, a astúcia de Tyrion. Mas, sinceramente, eu não achei que os arcos de história deles em A Dança dos Dragões foram tão legais quando os arcos dos personagens de Festim dos Corvos.

E você? Quais são seus personagens preferidos da série? Quais são os personagens que você não gosta? Deixem-nos seus comentários!

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017