Downloads:

Neste episódio, Melanie e Thiago listam seus top 5 livros do primeiro semestre de 2014. Não esqueça de apontar todas as gafes cometidas aqui, mandar suas opiniões e sugestões!

Comentados nessa episódio:

Harry Potter

Everything’s Eventual

The Warlord Chronicles

The Kite Runner

Romance of the Three Kingdoms

The Lord of the Rings

Ready Player One

The Dark Tower

  • Ly

    Eu mudaria um pouco, colocaria Hunger Games, Norwegian Wood – Murakami esse ano/semestre 2014. E eu não consigo ler o Kite Runner, fiquei traumatizada com o filme :/
    Harry Potter é pra sempre. Comecei a ler com 10~11 anos, esperei a carta de Hogwarts (haha), mas o meu preferido é o segundo, terceiro e o penúltimo. Achei o Cálice de fogo o mais chato.
    Ah, eu li uma entrevista gigante dela que ela escreveu Harry Potter pra superar uma infância muito ruim que ela teve, o abandono que ela sofreu pelo pai.
    Acho muito engraçado que todo mundo que conheço que leu Dark Tower fica alucinado, 19, Ka e várias coisas. Até dá vontade de ler pra ver se é tão bom mesmo.
    Acho que eu não entendi a ideia de referência que ele falou do Stephen King, como assim? Vários autores fazem isso, não? Já vi bastante pelo menos.
    Beijos 😀

    • Oi Ly, obrigado pelo comentário! Quando eu disse que o Stephen King é mestre em fazer referências de suas próprias obras não quis dizer que ninguém mais faz, é que o King faz de forma impressionante. Pra você ter uma idéia, todos os livros dele podem ser considerados do mesmo universo, e se você considerar a quantidade de livros que o cara escreveu, esse fato não é pouca coisa!

      Esse post aqui da uma pincelada nessas referências: http://www.buzzfeed.com/louispeitzman/these-stephen-king-connections-will-blow-your-mind

      Quanto a Norwegian Wood eu nem conhecia essa história, mas confesso que não fiquei muito interessado por ela :P, mas de qualquer forma vou esperar eu ler Musashi pra ver se ativa alguma coisa aqui 😉

      • Lygia Carvalho

        ah, de nada! Ah, eu tenho curiosidade pelo Stephen King mas é todo um mundo e eu teria uma tonelada de livros pra ler. O que você me recomenda pra começar?

        Jura? Eu acho uma das histórias mais bonitas de relacionamento, mas caso não tenha interesse por esse tipo de livro, o Murakami escreve mais realismo mágico, o Kafka à beira-mar é bem assim. 😀

        • Pra começar nem tente ler tudo do King é uma tarefa quase impossível se você não lê pelo menos 750 palavras por minuto e tem todo o tempo livre do mundo :P. Quanto a que livro começar é bem difícil te indicar algo sem saber qual o seu gosto. Primeiro quase todas as histórias dele tem uma alguma coisa de terror ou horror, seja uma cena ou um plot. Se você estiver OK com isso, acho que Carrie é um bom começo, ou até mesmo o “Olhos do Dragão” que a @aryadeschain:disqus vai ler pra gente comentar, mas não esqueça que livro é algo bem pessoal, o fato de uma pessoa gostar ou não dele não significa que vc vá gostar ou que tal livro seja bom ou ruim! Em resumo, procure um livro do King “curto” que a história te chame atenção.

          Quanto ao livro do Murakami não é que eu não gosto de romance ou histórias do gênero (estou lendo “A Culpa é das Estrelas” e estou curtindo bastante por exemplo), simplesmente a história não me chamou atenção, mas pode ser por diversos motivos, como por exemplo, eu não ser muito familiarizado com o Japão da época em que se passa o livro (por isso mencionei Musashi que talvez possa me despertar mais interesse pelo assunto). O último livro “de época” que eu li foi Frankenstein da Mary Shelley :).

          Mas não fique chateada se eu ou a Mel não curtirmos o mesmo livro que você, isso faz parte da graça de bater papo sobre livros! Você pode colocar pontos interessantes que a gente nem imagina por causa disso 😉

  • Guest

    Oi Ly, obrigado pelo comentário! Quando eu disse que o Stephen King é mestre em fazer referências de suas próprias obras não quis dizer que ninguém mais faz, é que o King faz de forma impressionante. Pra você ter uma idéia, todos os livros dele podem ser considerados do mesmo universo, e se você considerar a quantidade de livros que o cara escreveu, esse fato não é pouca coisa!

    Esse post aqui da uma pincelada nessas referências: http://www.buzzfeed.com/louispeitzman/these-stephen-king-connections-will-blow-your-mind

    Quanto a Norwegian Wood eu nem conhecia essa história, mas confesso que não fiquei muito interessado por ela :P, mas de qualquer forma vou esperar eu ler Musashi pra ver se ativa alguma coisa aqui 😉

  • Thiago Henrique da Silva

    Aloha!!!! Gostaria de dar parabéns a vcs pelo podcast! muito bom!!!! já até inclui no meu celular para baixar sempre…
    Outra coisa, no cast vcs falam do “Tudo é Eventual”, do King, este livro já tem em português (eu tenho!!!) e os melhores contos são 1408 e O Nevoeiro (comentados no cast).
    Gostaria de perguntar se vcs conhecem James Dasnher (Serie Maze Runner) e Ted Dekker, sou fã de carteirinha deles e gostaria de conversar mais sobre isso.

    Enfim, sucesso pra vcs!

    • Fala Thiago, olha, o Ted Dekker eu não conheço nada dele mas fiquei interessado, já o James Dashner eu já até comprei o primeiro da série Maze Runner mas falta um pouco pra ele chegar no topo da minha lista. Mas vamos fazer assim: Me convença a ler os livros do cara aqui 😉

      Quem sabe eu não subo algumas posições desses livros na minha lista!

      • Thiago Henrique da Silva

        Aloha Thiago e Melanie, respondi no facebook o nosso bate papo, se possível, de uma olhada lá.
        Ganhei um kindle da minha esposa (influência de vcs kkkk) e não consegui encontrar este livro pra baixar… Vc sabe se pra fazer isso eu tenho que ter conta americana ao invés de brasileira? Simplesmente não acho no acervo!

        Ps: aguardando o próximo podcast! Sucesso pra vcs!!!

        • Thiago Henrique da Silva

          PS: o livro em questão é o unspoken abandoment…. Sorry kkk

          • Fala Thiago, eu sou bem negligente com o FB então vou te responder aqui. Nesse domingo gravamos a resposta ao seu comentário mas só pra adiantar, nós estamos tentando entrar em contato com o autor (Bryan A. Wood) pra ver aonde conseguir o livro mas o cara sumiu do mapa desde o ano passado. Assim que tivermos alguma notícia eu aviso você.

          • Thiago Henrique da Silva

            Valeu Thiagao!!!

  • Lucas Rafael Ferraz

    Oi pessoal!

    Só vim aqui pra dizer que ouvir o Silmarillion ser chamado de “porcaria de um livro” doeu no âmago da minha alma.

    Sim mais!

    • Oi Lucas, eu entendo sua dor mas talvez você não tenha escutado todos os nossos episódios pra ouvir uma frase muito comum nossa:

      Não tem problema ter uma opinião diferente do outro!

      Veja, eu sou fã incondicional de O Senhor dos Anéis. Adoro o estilo de escrita do Tolkien e confesso que OSdA me fez ser o leitor que sou hoje. Porém o fato de eu ser fã do autor não torna todos os livros dele excelentes pra mim. O estilo de escrita do Silmarillion não me agrada nem um pouco! Eu não gosto de livros com mais nomes que a lista telefônica, mas hei, essa é a minha opinião! Tenho diversos amigos que são apaixonados pela história do Silmarillion e foi por causa deles que eu tentei ler o livro.

      Independente, não se sinta ofendido pela nossa opinião, ao invés disso, vamos conversar pra você contar pro pessoal do site por quê o Silmarillion é tão bom na sua opinião.

      • Lucas Rafael Ferraz

        Oi Thiago!

        Relaxa, não me ofendi nem nada disso, haha. Esse comentário sucinto foi preguiça de desenvolver, mas vamos lá, deixar a preguiça de lado nesse começo de ano.

        Conheço várias pessoas que não suportam o Silma. É um livro difícil, é um livro denso, é um livro que o glossário de nomes tem o quase tamanho de um capítulo. É totalmente compreensível que não tenhas gostado.
        Eu me apaixonei, derrubei essas barreiras e o li tantas vezes, mas tantas, que sei MUITOS nomes de cor. As vezes me lembro tanto do livro que até me espanto.

        Uma vez superada a dificuldade e repulsa que ele pode sim causar, você se apaixona pelas histórias. Por Beren e Lúthien, pela trágica vida de Túrin Turambar, pelas aventuras de Tuor em Gondolin e a Queda de Doriath. Por Earendil e a Guerra da Ira. E uma vez fisgado pela beleza mítica desses contos maravilhosos, começa a ser prazeroso aprender os nomes das pessoas e lugares, a entender tudo que aconteceu da criação do mundo ao final da primeira era, a Queda de Númenor e tudo mais.

        Mas sim, é complicado. É difícil. Não insista no SIlmarillion. Espere. Leia, leia e leia outras coisas. Se for pra você, um dia você vai pegar esse tomo incrível e deixar Tolkien o guiar pela mão aos meandros de sua imaginação mágica e fabulosa.

        Abraço!
        Lucas

        • Fábio M. Barreto

          Silma é vida! E morte, dependendo da sua raça favorita! 😀

          Um amigo meu costumava dizer que se você torcesse o Silma, sairia sangue de elfo! 😀

          • Lucas Rafael Ferraz

            Isso ai, Barreto!Sangue de elfo, miruvor e, se der sorte, uma gota da luz de Telperion.

            😛

  • Heverton Daniel

    Um dos que quero colocar na minha lista de melhores leituras, é a série A Torre Negra, mas menino, cada livro estão caros de mais 🙁
    Boa lista de vocês, espero conhecer as próximas 😉

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017