Leituras de Outubro (2018)

11 de dezembro de 2018

Outubro não foi o meu melhor mês de leitura. Eu estava envolvida em alguns projetos pessoais e o trabalho também estava um pouco puxado, então precisei repriorizar várias coisas. Mas ainda assim consegui concluir a leitura de três livros. Também li vários mangás, mas esses eu pretendo comentar em posts separados, então eles não estão listados aqui.

Leonardo’s Brain (Leonard Shlain)
Avaliação: ★★★☆☆
Este livro ficou levemente aquém do que eu estava esperando. Ele fala bastante dos trabalhos do Leonardo DaVinci, mas muito mais sob um aspecto crítico do que cognitivo. Foi legal saber um pouco mais sobre DaVinci, quase como ler um livro de trivias, mas a impressão que eu tive é que esse livro não é exatamente o que ele se vende.

Who Says You Can’t? You Do (Daniel Chidiac)
Avaliação: ★★★★☆
Vamos falar a verdade: eu só escutei esse audiobook porque ele foi narrado pelo Robbie Daymond? Sim. Mas valeu a pena? Bem, sim também! Afinal de contas, é um livro com conteúdo motivacional… lido pelo Robbie Daymond!

Born a Crime (Trevor Noah)
Avaliação: ★★★★★
Este livro esteve por muito tempo em destaque no Audible, e depois que eu escutei o audiobook, eu comecei a entender por quê. Ele é um livro ao mesmo tempo muito divertido, trágico e poderoso. Noah nasceu na África do Sul, naquele período transitório do fim do apartheid. O autor conta em seu relato autobiográfico a experiência de ser um rapaz mestiço em uma sociedade racista, e como isso afetou seu relacionamento com a família e a carreira que ele resolveu seguir. Tudo isso com uma pitada de humor e algumas cenas de partir o coração.
Ah, dica: para quem está bom no inglês, recomendo fortemente que você pegue o audiobook. Ele é narrado pelo próprio Trevor Noah, que dá uma entonação toda especial em vários trechos da história. Adicionalmente, além de Inglês, ele também fala Zulu e Xhosa, então é BEM legal escutá-lo falando essas línguas durante a narrativa!

E a leitura abandonada do mês é A Darker Shade of Magic (Victoria E. Schwab). Sim, de novo. Eu já tinha parado de ler porque não estava curtindo a história. Como a biblioteca pública disponibiliza o audiobook, eu imaginei que a história ia se tornar um pouco mais palatável. Infelizmente, ela não foi pra mim. Achei que ela se arrasta muito e eu não só não consigo me importar com o protagonista como também detesto a personagem que aparece mais para frente durante a história. Uma pena, eu sempre escuto pessoas falando coisas boas dessa série de livros e eu realmente estava disposta a dar uma segunda chance para ele, mas não deu: esse livro realmente não é para mim.

Ufa, estou quase conseguindo listar todas as coisas que eu li este ano! E quanto a vocês? O que vocês pretendem ler antes que o ano acabe?

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017