Leituras de Janeiro (2018)

2 de outubro de 2018

Não, vocês não leram errado! Sim, eu sei que já estamos em Outubro e daqui a pouco tempo nos aproximaremos das festas de final de ano. Para onde diabos está indo todo o nosso tempo livre??

Já que o formato anterior de reviews dos livros que eu estou lendo não estava funcionando muito bem para mim, resolvi fazer um pouco diferente: ao invés de fazer um review mais longo de três livros por post selecionando só o que eu achei mais relevante comentar, vou fazer uma pequena lista de todos os livros que eu li durante cada mês e dizer qual foi a nota que eu dei para a leitura, adicionando um breve comentário a respeito de cada um deles. Se eu tiver algum livro sobre o qual eu queira falar um pouco mais, vou fazer um posto um pouco mais longo.

Bom, vamos lá!

Fahrenheit 451 (Ray Bradbury)
Avaliação: ★★★☆☆
Acho que “pretensioso” é um adjetivo que define perfeitamente meus sentimentos com relação ao autor do livro. Eu entendo por que tanta gente gosta desse livro, bem como a crítica social que ele quer passar. Também achei que o autor foi muito criativo com relação ao desenvolvimento do universo em que essa história se passa. Mas ele simplesmente não funcionou pra mim. Não consegui me importar com o protagonista o suficiente para torcer por ele, e eu não senti o senso de censura e urgência que o autor tentou passar.

Ashley’s War: The Untold Story of a Team of Women Soldiers on the Special Ops Battlefield (Gayle Tzemach Lemmon)
Avaliação: ★★★☆☆
Eu tenho que dizer que esse livro não vai muito além do que eu já esperava de um livro de relatos militares: ele é basicamente como quase todos os outros livros militares que eu já li, mas com uma mulher como protagonista. Isso significa que ele vai adicionar alguns elementos como a misoginia existente no meio militar… coisa que eu também meio que já estava esperando.

The Drug Hunters (Donald R. Kirsch)
Avaliação: ★★★★☆
Um livro BEM interessante (e que fica ainda melhor quando você assistiu ao documentário What the Health do Netflix). Ele faz um apanhado geral do estado atual da indústria farmacêutica, de como se dão os avanços da medicina e de como o modelo econômico atual se relaciona com tudo isso (segredos sórdidos e teoria da conspiração estão inclusos no pacote!).

Home Front: Life in America During World War II (Audible Original)
Avaliação: ★★★★☆
Esse aqui foi um audiobook gratuito do Audible narrado pelo Martin Sheen. Eu tenho que dizer que ando cansada de livros e documentários sobre a Segunda Guerra Mundial, mas escutei este aqui mesmo assim porque ele aborda um lado interessante da guerra: o lado dos civis, e de como a Segunda Guerra serviu como porta de entrada para movimentos feministas. Ele também lida com aquela parte da guerra de que as pessoas parecem não gostar muito de falar: o que acontece depois que a poeira baixa e os soldados começam a voltar para casa.

Gametek: The Math and Science of Gaming (Geoff Engelstein)
Avaliação: ★★★★☆
Eu tinha pego este ebook por recomendação do Felipe Proto. Ele é um livro focado na Matemática por trás de jogos de tabuleiro. Interessantíssimo, embora peque um pouco na revisão gramatical.

E como nem tudo são flores, eu acabei abandonando uma leitura. Extracted (R.R. Haywood) é o primeiro livro de uma trilogia que tinha uma premissa interessante, mas logo de cara o autor já coloca como um dos pontos de vista uma mulher sexualmente ameaçada pelo chefe. Detalhe: ela é, teoricamente uma policial extremamente competente. Eu não tenho estômago para personagem ou história que começa desse jeito e tem um monte de coisa que eu quero ler muito mais do que esse livro.

E vocês, caríssimos? O que vocês têm lido de bom?

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017