Chega de férias, hora de voltar à labuta! E, assim como qualquer outro emprego normal, não dá para começar o ano “na louca”. Hoje convidamos vocês a participar na nossa reunião de planejamento!

Contatos

Leitura do mês

Próxima leitura…

Leituras da Semana

Para Ler

  • Isa Prospero

    Oláaaa caros!

    “Isso não é um homem, é uma bateria de carro” dsjkghsdkjgd cara eu revisei uns YAs recentemente e tô velha demais pra algumas coisas. O pessoal precisa aprender que a única circunstância em que toques eletrizantes são aceitáveis é se estamos falando de Orgulho e preconceito (2005) quando o Darcy sai da carruagem, vlw flw

    VC LEU ARI E DANTE! <333 Esse aspecto dos pais é ótimo, né? Melhor cena é quando (SPOILERS)
    .
    .
    .
    .
    .
    os pais do Ari o informam que ele tá apaixonado, awww. Melhores pais. Lindo demais esse livro. E vai ter continuação, vc viu?

    O primeiro Alcatraz não me empolgou tanto, mas ouvirei o cast com certeza! E torcendo pra que o Brandon vire mesmo best seller no Brasil.

    Adoro o formato do cast, gosto do aprofundamento que vcs fazem com os livros da vez e acho bom deixar a leitura de emails e outras seções nos casts gerais. Vcs conseguiram encontrar uma identidade bem única entre os casts de literatura! E acho que as pessoas não mandam tantos emails pq é mais fácil comentar no post? (eu pelo menos tenho preguiça rs, a não ser que sejam assuntos ultrassecretos)

    Enfim, lançando a campanha #rothfussnoagentesdolivro2017. Não é como se ele estivesse ocupado lançando o terceiro livro mesmo, bem que podia aparecer!

    • Oooeee, Isa!

      *bate na mesa com os dois punhos* VAMOS FALAR SOBRE O MR. DARCY.
      Não, mas falando sério, enquanto eu não sou a maior fã do livro Orgulho e Preconceito, o filme é uma daquelas coisas que eu PRECISO assistir pelo menos uma vez a cada dois meses (e olha que eu não gosto de ver filme). A cada vez que eu revejo o filme, eu acabo redescobrindo alguma coisa e a parte em que o Mr. Darcy ajuda a Lizzy a subir na carruagem é muito “NNNNNGHHHHH I CAN’T EVEN”. Mas, realmente, esse tipo de “toque eletrizante” é algo que eu acho que, se for utilizado levianamente, acaba cansando muito rápido (a menos que ele seja LITERALMENTE eletrizante – inclusive, agora fiquei com vontade de escrever um conto com essa temática, obrigada pela idéia! :D).

      E sim, eu li Ari e Dante! Livro fofo demais, adoro pais mente aberta retratados em livros, sobretudo em livros YA, em que a participação dos pais é praticamente nula. Por um mundo com mais livros em que os pais sejam uma parte importante da jornada do herói! o/

      Eu achei o primeiro Alcatraz engraçadíssimo, quando eu estava lendo o livro eu o fiz com feelings de “nossa que desgraça, o Alcatraz sou eu”, principalmente quando ele abria as portas e as maçanetas ficavam na mão dele.

      De resto, #partiuencherosacodoRothfussparaeledarascarasporaqui!

  • Timóteo Rezende Potin

    Só passando pra dizer que em time que está ganhando, geralmente não se mexe.

    Acho que o formato que vocês encontraram funciona super bem.

    Continuem com o excelente trabalho, pessoal! Que venha a temporada 2017!

    Abraços!

  • Bruno

    Ainda não terminei de ouvir todo o episódio, mas tive que passar por aqui!

    É incrível e notável a importância que vocês dão à transparência. Além do respeito e consideração, permite uma maior interação entre vocês e o público, possibilitando um acompanhamento mais próximo das obras tratadas/escolhidas/comentadas.

    Descobri o podcast há algumas semanas e, sem sombra de dúvidas, já conseguiram mais um fiel ouvinte!

    • Bruno, muito obrigado pela confiança! E não se esqueça de mandar suas sugestões ou críticas.

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017