Neste episódio Melanie, Thiago a Proto conversam sobre a primeira obra de ficção publicada de John Scalzi.

Contatos

Leitura do mês

A Guerra do Velho

  • Autor: John Scalzi
  • Data de publicação original: 1o. de Janeiro de 2005
  • Editora: Tor Books
  • Ano de publicação no Brasil: 2016
  • Editora Brasileira: Aleph
  • Nome da série: Old Man’s War Series
    • Livros que fazem parte da série:
      • Old Man’s War (Guerra do Velho)
      • Questions for a Soldier (1.5)
      • The Ghost Brigades
      • The Sagan Diary (2.5)
      • The Last Colony
      • Zoe’s Tale
      • After the Coup (4.5)
      • The Human Division
      • The End of All Things
  • Mais informações
  • Links mencionados no Episódio
  • Isa Prospero

    Fala, agentes!
    Adorei o cast, embora pela segunda vez não tenha a mesma opinião de vocês sobre um livro. Ele traz vários assuntos que rendem discussões boas (e toda aquela parte do treinamento foi ótima mesmo), mas não gostei muito no geral. Acho que o problema foi que os personagens não me cativaram/convenceram. Não achei que nenhum dos Old Farts parecia realmente ter aquela idade, e a personalidade de todos pareceu a mesma pra mim. Por isso não me empolguei muito com os acontecimentos e quase parei depois de uns dois terços de livro (ainda bem que continuei, porque a última parte foi a mais interessante, rs).
    Tentarei ler o próximo livro do mês, pareceu bem diferente!
    Um abraço para os três 🙂

    • Agora que você mencionou isso eu percebi algo interessante. Enquanto eu lia a história eu meio que não ligava para os outros personagens. Eu gostava deles, tanto que a minha cena favorita envolve um dos outros personagens. MAS…

      Pensando bem, os outros personagens são sim muito iguais uns aos outros e isso me fez aceitar eles como uma extensão do John Perry e não entidades separadas. Eu acho que o set Sci-Fi e a empolgação que eu senti com o personagem principal me fez relevar tudo isso.

    • Fala, Isa!

      Na verdade nós duas temos a opinião bem parecida, mas agora que eu escutei de novo o podcast, pareceu que eu estava bem mais empolgada com o livro, hehe. Não é que eu não tenha gostado do livro, muito pelo contrário, mas eu concordo com todos os pontos que você citou: acho que os personagens careceram de um pouco mais de personalidade, mas isso eu atribuí ao fato do livro ser um sci-fi, e para livros desse gênero eu geralmente mantenho minhas expectativas bem baixas. Também concordo com o lance dos personagens não parecerem agir de acordo com a idade, deu a impressão de que eles estavam muito mais lúcidos do que qualquer outra pessoa da mesma idade (que é o que muitos dizem dos personagens do John Green), mas tinha tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que talvez os personagens tenham sido o menor dos “problemas”. E, de uma maneira, dado o que acontece mais para a frente, será que um desenvolvimento de personagens seria muito relevante para essa história?

      Enfim, esperamos que você goste do próximo livro. No pior dos casos, ele é bem curtinho! 😀

  • Timóteo Rezende Potin

    Fala Agentes. Também curti muito esse livro. John Scalzi me pegou de cara com o estilo dele de contar a história. Gostei muito do conceito e tudo mais que esse livro apresentou. Partilho da opinião do Thiago praticamente de forma integral.

    Pra mim a única falha do livro foi no final, como vocês comentaram no cast, ele ficou meio estranho (e isso me parece ser uma unanimidade em relação a esse livro. todo mundo fala isso). Mas isso não me impede de estar curioso para ler a sequência, que não me lembro se vcs mencionaram no programa, não tem John Parry como protagonista. Ele volta só lá pelo livro 3 ou 4.
    Abraços!

    • Fala, Timóteo!

      Eu me pergunto quanto daquele final “vago e incompleto” foi um artifício do próprio autor para dizer “olha só essa brechinha que estou criando para uma POSSÍVEL CONTINUAÇÃO *wink wink*”. Se formos pensar bem, ele fez um trabalho muito bom se comparado a vários outros autores que terminam uma história num cliffhanger completamente descarado (*cof cof INSURGENTE cof cof*). Pelo menos para mim o final foi satisfatório o suficiente para eu pensar “OK, este ciclo de história acabou e se eu quiser parar de ler a série por aí, eu estou bem”.

      E não sabíamos que o próximo livro não era protagonizado pelo John. Interessante! Eu não desgostei dele, mas gostaria de ver como é a história de um ponto de vista diferente na história!

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017