Neste episódio, Melanie e Thiago relembram seus top 10 do ano de 2015.

Randômicos

Leituras da Semana

Para Ler

Melhores e Piores de 2015

  • Os Piores de 2015
  • Top 10 Geral
    • 10º lugar
    • 9º lugar
    • 8º lugar
    • 7º lugar
    • 6º lugar
    • 5º lugar
      • Melanie: Carry On, Rainbow Rowell
      • Thiago: Elantris, Brandon Sanderson
    • 4º lugar
      • Melanie e Thiago: Firefight, Brandon Sanderson (Episódio 23)
    • 3º lugar
    • 2º lugar
      • Melanie: The Way of Kings, Brandon Sanderson (Episódio 40)
      • Thiago: Mistborn (todos), Brandon Sanderson (Episódios 34, 38 e 43)
    • 1º lugar
  • Top 10 sem Brandon Sanderson
    • 10º lugar
      • Melanie: The Ocean at the End of the Lane, Neil Gaiman (Episódio 42)
      • Thiago: The Atrocity Archives, Charles Stross (Episódio 38)
    • 9º lugar
      • Melanie: Code Name Verity (Episódio 41)
      • Thiago: Mars Rover Curiosity: An Inside Account from Curiosity’s Chief Engineer, Rob Manning (Episódio 30)
    • 8º lugar
    • 7º lugar
    • 6º lugar
  • Pequena errata: Carry On é a fanfic que a Cath estava escrevendo, e não o último livro que ela estava esperando!

  • Lucas Albuquerque

    Fala Pessoal! Estava aguardando esse post, e inclusive achei muito bom que vocês fizeram uma versão sem Brandon Sanderson! LOL!

    Eu não me atrevo a fazer uma lista porque “só” li 20 livros esse ano, e 80% deles foram escritos por ele!

    Agora um pequeno comentário sobre Elantris: Eu li a versão em português e acabei dando 3 estrelas, mas agora que vocês comentaram, me deu uma imensa vontade de ler a versão de aniversário! Valeu pela dica!

    Ah! fiquei muito feliz de saber que outros ouvintes estão se juntando à nossa Agencia! (Se é que posso me incluir como um agente também).

    Quero também desejar um feliz natal e um ótimo ano novo aos dois! Sei que vocês batalham duro para produzir esse conteúdo, e tenho visto como esse esforço têm trazido frutos! Nem preciso ser vidente para dizer que com certeza 2016 lhes trará muitas coisas boas!

    Da minha parte, venho “convertendo” o maximo de pessoas para “O lado Brandon Sanderson” da literatura, e como consequência direta, para o Agentes do L.I.V.R.O.

    Abraços!

    • Caríssimo Lucas! É sempre bom vê-lo novamente depois que eu cruelmente destruí a sua vida com The Way of Kings (protip: Words of Radiance causa um estrago maior ainda)! E cara, você é praticamente de casa, você já sabe onde fica a geladeira e a cerveja. Quase um “agente de campo”! 😀

      Pois é, imaginamos que talvez haja pessoas que não gostem muito de Brandon Sanderson (seria isso realmente possível??), por isso fizemos uma lista à parte, mesmo porque é até um pouco de covardia fazer uma lista em que 60% dos livros são dele. Também é sempre bom ter um pouco de variedade nos episódios. Afinal de contas, nossa proposta por aqui é divulgar e disseminar o hábito de leitura! o/

      E, bom, caso lhe interesse, temos planos de fazer um episódio sobre Elantris em Fevereiro de 2016. Como sempre, pensamos em fazer um episódio que trata mais de discussão de aspectos interessantes da história do que sobre o livro em si! (em outras palavras, mais um episódio em que você não vai se sentir deixado de fora!)

  • André Pereira

    Na verdade as cenas deletadas do final de Elantris são as que já foram cortadas na primeira versão do livro. As mudanças nessa edição de aniversário foram poucas; detalhes de geografia e coisas assim, além do Ars Arcanum, que não existia no original, e a cena “pós-créditos” no finalzinho. O resto é basicamente o mesmo.

    –André.

  • Vicente Aguiar

    Eaí galera.
    Se tem uma coisa boa de 2015 é que esse ano rendeu literariamente pra nós.
    Gostei do Top10 de vocês. Quero muito ler Maus e a Melanie comentou bastante sobre Carry On no twitter. Achei que Oceano no Fim do Caminho merecia uma posição melhor MAS sou suspeito pra falar.
    Quando a Melanie falou que TWoK era o segundo na lista dela já tive certeza que WoR seria o primeiro, realmente não tem como.
    Lembro que li Elantris ano passado ou retrasado e gostei bastante, ainda não estava acostumado com a escrita do Brandon Sanderson e o desenvolvimento de personagens dele. O livro pode perder um pouco em relação aos trabalhos mais recentes do autor mas como foi o primeiro dele que li, achei um puta livrão.
    Mistborn realmente não pode faltar nessa lista, estou relendo o primeiro e caralho, que livro bom. A dica do Thiago de ler a Era2 com outro mindset depois de ter lido a trilogia original me ajudou bastante, valeu!
    Dica pra vcs: não li Gone Girl pois vi o filme e curti E a autora é a roteirista, então vou esperar a história esfriar um pouco na cabeça MAS li os outros 2 livros dela publicados (Sharp Objects e Dark Places) e gostei bastante dos dois . Ela realmente gosta de escrever personagens perturbados e sabe escrever mistério.
    Vou fazer meu Top 2015 também já que comentei esses dias no de 2014, não pode faltar:
    Começando pelo pior livro, nem vou me extender muito mas a decepção foi grande: The Girl on the Train.
    Melhores:
    10- A Agência de Investigações Holísticas de Dirk Gently (Douglas Adams). Ano que tem Douglas Adams ele precisa entrar no Top10, mesmo que o livro não seja tudo isso.
    9- Crônicas de Artur 2 e 3 – O Inimigo de Deus e Excalibur (Bernard Cornwell).
    8- A Música do Silêncio (Patrick Rothfuss). Quem leu Kingkiller Chronicles e gostou da Auri precisa ler
    7- The Girl on the Spider’s Web (David Lagercrantz). Ano que tem Lisbeth Fucking Salander também entra no Top10.
    6- 1984 (George Orwell). Achei que fosse ser arrastado mas me surpreendi, gostei bastante.
    5- Neverwhere (Neil Gaiman)
    4- American Gods (Neil Gaiman)
    3- Stormlight Archives (Brandon Sanderson)
    2- Mistborn Trilogy (Sanderson)
    1- Fight Club (Chuck Palahniuk)

    Abraço e boas festas pra vcs 🙂

    • Fala, Vicente!

      Sim, 2015 foi um ano literário excelente… e 2016 promete muito com Bands of Mourning e Calamity na eminência de sair!

      Oceano no Fim do Caminho é um ótimo livro, mas ainda assim está um pouco longe de ser o melhor livro do Gaiman que eu já li. Ainda assim, excelente livro!

      Eu juro que pensei em colocar os dois livros de Stormlight Archive juntos no topo da lista, mas eu coloquei um intervalo relativamente grande entre os dois livros. Isso sem contar que, ainda que a leitura de ambos tenha sido relativamente rápida para o tamanho deles, pra mim ainda foram duas experiências separadas, então achei que valiam duas posições.

      Acho que o grande “problema” de Elantris é lê-lo depois de ler tantos livros fantásticos do mesmo autor: a comparação acaba se tornando inevitável e os defeitos acabam transparecendo mesmo que você queira relevar os problemas. Ainda assim, estou fazendo um grande esforço para não fazer um julgamento injusto do livro.

      Bacana a sua lista! Eu lembro que na época em que eu li Fight Club eu não tinha gostado muito por causa do estilo de escrita do Palahniuk que, para mim, era muito caótico e difícil de acompanhar. Lugar Nenhum é um livro que eu gostei bastante na época me que eu li, e quanto a The Girl on the Train… o fato de terem dito que “é um livro estilo Gone Girl” foi o que estragou o livro pra você?

      • Vicente Aguiar

        Também achei que são duas experiencias separadas, principalmente pelo foco dos personagens e flashbacks (inclusive que venham os próximos que serão sobre o Dalinar e o Szeth!!).
        Eu concordo que Elantris a gente olha e compara, e ele perde um pouco mas as melhores coisas dele estão presentes em todos os livros do Sanderson, como os diálogos fodas e desenvolvimento de personagens.
        Olha que curioso: eu tinha assistido ao filme uns 2 anos atrás e fiquei bem “meh”. Não tinha achado nem de perto tudo isso. Fui atrás de ler o livro só por ser curto e por querer treinar meu inglês com outros estilos além de fantasia e curti DEMAIS. Devo dizer que já economizei várias centenas de reais quando vou comprar algo e lembro do livro. Reassisti o filme também e me apaixonei pela obra. Nào sei o que deu que antes simplesmente não tinha clicado.
        O que não curti em The Girl on the Train nem foi pela comparação até pq nem li Gone Girl ainda, a merda do livro é que o plot não convence, a personagem principal é burra e só faz merda O LIVRO INTEIRO. Sinceramente não faço ideia do motivo de ter gente comparando os 2 livros (pelos outros 2 livros da Gillian Flynn, ela escreve personagens femininas perturbadas E interessantes muito melhor, mas muuuuuito).

  • :'( 2015 foi o ano que menos li, apenas 17 segundo o goodreads. Mas agradeço a graça alcançada de ter conhecido Mistborn.

    Parabéns pela evolução do cast, está cada vez melhor, espero as novidades de 2016, e boas leituras!

    • I REGRET NOTHING.
      *esperando ansiosamente pela sua leitura de Words of Radiance*
      (aliás, você já terminou The Way of Kings?)

      • Ainda não terminei, vou dar uma acelerada, os videogaems estão me tirando o foco XD~

  • Isa Prospero

    gente amo o entusiasmo de vcs pelo Brandon <3
    (não li o firefight ainda mas agora estou ansiosa!)

    • Acho que o entusiasmo vem em várias etapas. Ele começa com o encantamento, passa pelo fanatismo e termina com o saudosismo. Nós estamos na etapa “SOMOS FANGIRLS NÃO VAMOS LER MAIS NADA QUE NÃO SEJA ESCRITO PELO BRANDON SANDERSONAAAAAAAAAAA”. 😀

Copyright Agentes do L.I.V.R.O. © 2014-2017